Turnos Recentes

De regresso por uns minut...

Entre papeis...

Do Natal ao Ano Novo

Bom Natal...

Uma manhã caótica ....

Força de vontade

Medicina ou infecto conta...

As melhoras são boas de v...

In love

Desorientações à parte...

Turnos passados

Abril 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Web Counter
Free Counter
Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Acabou...

Olá a todos!
Não tenho vindo postar muitas coisas porque a minha inspiração não está no seu auge...
Sei que geralmente não falo da minha vida pessoal... (se bem que falar dos meus sentimentos e opiniões é algo pessoal...), mas desta vez acho que me faz falta desabafar um pouco...
Sendo que este blog trata principalmente a enfermagem, posso na mesma relacionar este post com enfermagem... 
Como ja disse algumas vezes, o nosso humor, o nosso estado de espirito, a nossa saúde interfere nos cuidados que prestamos, principalmente na relaçao com as pessoas internadas. Não devia ser... deviamos separar as coisas, porque a vida pessoal fica a porta de casa e a vida profissional deve ficar a porta do hospital... mas como a pessoa é a mesma, não considero isso possível!!! O importante é que não afecte a vida das pessoas, porque o resto, considero que seja humanamente normal..
Não sei se se lembram (tambén não falo muito nisso...), eu tenho um namorado... aliás... tinha... estão já a ver o problema?!  Sempre nos demos bem... mas parece que chegou a uma altura em que tudo estagnou... em que os momentos em que estamos juntos já não são os mesmos, em que as conversas parece não terem sentido... em que a paciencia não é a mesma... a no meio de tudo isto só se poderia avistar um final... Pode ate ser a "melhor" solução... acabar com tudo... mas custa muito quando nos apercebemos que passado tanto tempo não é aquela a pessoa ideal para nós... e é claro... que gosto dele... gosto muito dele... mas a relação já não é a mesma coisa...
Resumindo e concluindo... ando muito em baixo e sei que se nota lá no hospital... tanto por colegas como por doentes... não consigo sorrir tanto, ser tão faladora... faço o que tenho de fazer e deixo-me estar num canto porque não consigo estar de modo diferente... :( e por isso, também a vontade e inspiração para vir aqui contar uma ou outra coisa é menor... :( desculpem e é esperar que tudo passe para que volte tudo a ser melhor... e para que volte a sorrir...

 

 

Sinto-me:
Música: Adeus, Boa Sorte - Vanessa Mata+ Ben Harper


Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Esta saúde... insólito... Só em Portugal!

Nem sei bem que comentar....
Quando vi isto a minha alminha ficou parva...
É das tais coisas que uma pessoa ri do insólito que é .... Este país é assim qualquer coisa de estranho!!!
Coitados dos bombeiros do telefonema, na minha opinião não têm culpa de estar sozinhos, mas por outro lado, só algum comandante realmente incompetente não pensa na hipótese de acontecerem coisas deste género em que uma pessoa sozinha não faz nada! Para isso mais vale o homem ir para a sua casa para junto da sua familia, porque estar ali não lhe rende de nada à população!!! Está ali porque está, para dizer que têm bombeiros... Acredito que estas corporações possam ter muito poucas saídas de noite e que não compense os recursos humanos dispensados para estar lá, mas ao menos terem alguém de retaguarda para estas situações... Digo eu.. mas sei lá!!! Só sei que neste caso, aparentemente, o homem já estava morto, mas se não estivesse... com esta história toda, era esse o seu final!!!
Sinto-me:


Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

O que leva a...

...perder-se um sorriso assim?

Foi com espanto que ouvi a noticia da morte deste actor...
Dizem que foi suicidio... mas que leva a perder-se um actor assim (na minha opinião bastante bom!)? O que leva uma pessoa a desespero tal que conduz a um fim assim?! É uma vida que se perde, não apenas um actor...
Adoro o sorriso deste actor (Heath Ledger), era o meu sorriso favorito... fica a lembrança de um filme que eu adoro....
Sinto-me:
Música: I love you baby...


Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Entre turnos...

     Mais uns dias ausente... isto quando se começa a trabalhar parece que as folgas nem rendem para dormir quanto mais para vir à net... Mas agora cá estou eu para actualizar os acontecimentos e aproveitei para colocar o meu primeiro post no blog http://clube_mammy.blogs.sapo.pt/ , sobre a candidiase oral (ou sapinhos). Quem quiser dar uma espreitadela ja sabe...

 

Quanto à minha vida de sempre.. cá ando a fazer turnos malucos, com o serviço a abarrotar, sempre com doentes a entrar e sair... ás vezes basta ter uma folga depois da noite para já não conhecer metade dos doentes que lá estavam porque entretanto sairam e entraram logo outros...

Quanto à outra senhora toxicodependente, um dia cheguei lá e ela tinha ido embora porque tinha assinado alta a pedido...   Sem ser seguida... não fazemos ideia para onde é que foi e se seguiu alguma ajuda ou não...  muito triste... sentimo-nos muito impotentes face a estas situações... a serio que sim...

 

Agora andamos na "onda" de pessoas com AVC´s... não sei se foram os doces e fritos do Natal, mas temos no total cerca de 8 pessoas com AVC's internados... felizmente a maioria não apresenta muitas sequelas... Por outro lado, temos lá uma senhora, de 93 anos, que antes do AVC era completamente independente... daquelas pessoas que olhamos e nem acreditamos na idade que tem, que desejamos que "se algum dia chegar aos 90 anos quero ser assim!!!". Infelizmente o AVC deixou-a completamente diferente, super dependente em tudo e até tem de estar entubada para a conseguirmos alimentar... antes ainda esboçava um sorriso aos carinhos, dava uns passinhos com a perna não afectada... mas agora nem tolera o levante...

 

Bem, vou aproveitar para descansar muito porque amanhã tenho pela frente uma manhã daquelas em que devem haver 7 altas e 9 entradas... beijinhos e abraços a todos**

 



Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Vicios e internamentos

Olá de novo... ainda tenho tempo de escrevinhar mais um post antes de ir para as minhas 16horas de trabalho...

Respondendo a um comentário do post anterior (da Lisa, obrigado!), de facto existem maneiras de saber se a pessoa se mantem a consumir drogas ou n...  e os médicos têm conhecimento destas desconfianças... o ideal é começar ali uma desentoxicação, o que nem sempre se verifica facil pois não temos as condições ideais! Provavelmente quando a sra tiver alta, e se for de seu acordo, irá ser referenciada a um centro e iniciar um programa de metadona, por exemplo... Confesso que o que se costuma fazer nestas situações ainda me é um pouco desconhecido... mas depois logo me vou informar!!!

Lógico que já a confrontámos com a questão... já lhe perguntámos se ela continuava a consumir, porque percebemos que o vício e as sequelas fisicas da "ressaca" são dificeis de suportar e que provavelmente ela poderia não resistir e voltar a consumir... ela disse que não. Mas mesmo assim nós dissemos que tinhamos a medicação necessária para colmatar os sintomas da abstinência, e que essa medicação teria menos interacções com outra medicação que administramos para a pneumonia, do que as drogas. Dissemos que algumas interacções entre a droga e a nossa medicação pode ser mortal e por essa razão lhe pedimos para não consumir... e que se verificássemos que ela consumia teria imediatamente alta...

 

Quando se fala em vicios, recordo-me do vicio do tabaco... e infelizmente a grande maioria dos doentes internados ou são ou foram fumadores (um dos factores de risco para doenças cardíacas e pulmonares, que é o que mais se encontra...).

Quando as pessoas internadas são independentes, deambulam pelo serviço e inclusivamente podem sair para o pátio, e aí aproveitam para fumar... então as pessoas estão internadas, muitas vezes com pneumonias, doenças cardiacas e pulmonares e vão fumar!? Está bem que e um vicio, mas as pessoas estão em tratamento!!! Falavamos com os médicos, porque muitas vezes os doentes não ligavam ao que as enfermeiras explicavam sobre a contradição que é estar doente e fumar, mas muitos médicos respondem que ali não vamos conseguir fazer com que as pessoas deixem de fumar e não há nada a fazer... Ok...é verdade.... num internamento as pessoas ainda andam mais nervosas e se começarem desentoxicação do tabaco esse nervosismos aumentaria... e também é verdade que se as pessoas são conscientes e orientadas e se decidem fumar mesmo depois de lhe ser explicados os maleficios que isso acarreta para a sua recuperação, isso já é decisão delas... não podemos fazer mais nada...

E assim, existem N pessoas internadas que saem do serviço e vão fumar...

 

 

 

 

(foto retirada de http://migueldias.blogs.sapo.pt/2007/08/)

 

Bem, e agora vou trabalhar... beijos e abraços para todos**

Sinto-me: Vicios...


Domingo, 6 de Janeiro de 2008

Já não estou habituada...

....a fazer turnos... a levantar-me cedito na manhã e a não dormir de noite... ainda estou a modos que em fase de habituação... se bem que é mais em termos fisicos, porque o serviço basicamente mantém o mesmo metodo de trabalho!

Lá tenho ficado nas senhoras... a senhora que falei no post anterior tem estado mais calma... mas tem recebido poucas visitas. Muitas vezes as visitas que recebe são esperadas com muita ansiedade e quando vão embora a senhora fica estranhamente mais calma... Às vezes pensamos que as visitas possam trazer droga à senhora.. mas é dificil gerir esta situaçao! Não podemos revistar as visitas à entrada, e revistar a senhora quando eles saem também é complicado...! Estas situações são dificeis de gerir... Os médicos estão ansiosos para lhe dar alta... Mas esta situação social...

De resto, tudo mais ou menos na mesma... Tenho estado mais bem disposta e alegre.... e acho que os doentes também notam isso!!! As ferias realmente fizeram-me bem! Estava a precisar de recarregar baterias, esquecer tudo... =)

 

Bem... amanha vou fazer tarde-noite... e depois 2 folgas para descansar e ter tempo para mim ... =) Beijinhos e Abraços

 

Sinto-me: De baterias carregadas...


Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

De regresso ao trabalho....

Já regressei ao trabalho...

Inicialmente custou... ter de levantar cedo novamente... e quando lá cheguei não conhecia quase nenhum doente e os que conhecia já estão bastante melhorados - felizmente! Inicialmente andava um pouco tonta, como se estivesse de integração, parecia que precisava de um empurrão para começar a fazer as coisas... mas lá para o meio da manhã, não havia que enganar!!!

No fundo já tinha saudades daquela azáfama toda, de vermos os doentes a evoluir, de estar lá a conversar com as pessoas e fazer-lhes um pouco da já pouca companhia que lhes posso fazer...

Fiquei nas senhoras. Também já tinha saudades... estive muito tempo na parte dos homens e agora que regressei a chefe resolveu meter-me na parte das mulheres... vamos ver até quando!!!

O pior do turno foi uma senhora que entrou a semana passada, toxicodependente, que já esteve em programa de metadona,mas que agora que se encontra em fase de divorcio, voltou a consumir... A senhora encontra-se realmente agitada, está sempre a ameaçar ir embora porque acha que só porque tem uma penumonia não tem de estar internada. Começa a tremer e parece que a medicação de substituição que lhe damos não estava a ser suficiente e ela começou a ser agressiva, aumentar o tom da voz...  depois lá nos deram indicaçao para dar outra medicação e a senhora acalmou um pouco, mas estava sempre a tremer e a querer ir embora (para consumir). Já a encontraram ontem a fumar na casa de banho ... outro vicio... 

Estas situações, infelizmente cada vez mais comuns, fazem me pensar o quanto pode mudara  vida de uma senhora que trabalhava num balcão de um banco, que começou a consumir nas festas privadas de amigos e que depois de perder os pais e de ter tido um aborto aumentou o consumo... Felizmente estava a ser apoiada pelo marido e entrou em programa de metadona... mas quando perdeu o apoio do marido, e com 1 menina a ser cargo, não conseguiu suportar a situação e entregou-se novamente ao vicio... e deu nisto... uma pessoa cujas visitas dizem que não é como era antes...  é triste, mas é um pequeno retrato de parte da sociedade...

Beijinhos e abraços... vou descansar que amanhã faço 16 horas...*

Sinto-me: de volta ao trabalho...


Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


tags

todas as tags

Links

online
blogs SAPO

subscrever feeds