Turnos Recentes

Calma... calmaria...

Não detestam...

E Já passou a Páscoa...

Orientando alunos...

De volta...

Já não estou habituada...

De regresso ao trabalho.....

No pós Natal... pré 2008....

De férias... finalmente.....

Fazer pelos outros...

Turnos passados

Abril 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007


Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Calma... calmaria...

Olá!

Como estão todos....?

Eu cá ando, numa fase mais calma, em que os amigos assumem toda a importância!!!

Pelo serviço anda tudo calmo, excepto as pessoas que acham que além da vida delas ainda têm de saber e orientar a vida dos outros... mas pronto... isso existe em todo o lado, infelizmente!!!

O serviço anda extremamente calmo e leve... até parece mentira para uma enfermaria... e assim temos mais tempo para conversar com os doentes e saber um pouco mais do que os preocupa... gosto mais assim do serviço, independentemente do cansaço ou nao...

 

Vou espreitando os blogs de todos, obrigado pelos comentarios =) Beijinhos***



Sábado, 5 de Abril de 2008

Não detestam...

..... Quando os vossos colegas de trabalho dão mais importante à tua vida pessoal do que ao que fazes profissionalmente?!

.... Quando os vossos colegas de trabalho são invejosos do que vos acontece e só sabem distorcer as coisas para que fiquemos sempre mal?!

... Que os vossos colegas falem da vossa vida pessoal e coscuvilhem essas coisas no teu local de trabalho onde o mais importante devia ser o TRABALHO?!

.... Que estas mentalidades mesquinhas ainda existam!? .....

Sinto-me: A detestar...


Segunda-feira, 24 de Março de 2008

E Já passou a Páscoa...

 

... Para mim bem que foi um dia como os outros... trabalhei...! A maior diferença é que o serviço estava quase ás moscas devido às altas para "ir comer as amendoas a casa". Mesmo assim, nada me fazia lembrar que era um dia festivo... quer dizer.... algures lá a meio da manhã apareceu o capelão a rezar com alguns doentes, mas nem tive tempo de lhe prestar muita atenção...

O fluxo de familiares a visitar também foi maior... compreensível, e ainda bem para as pessoas que lá estão internadas... O mais chato é a falta de articulação que ás vezes há entre os familiares... vêm 2 a 3 vezes perguntar informações do mesmo doente, familiares diferente... no meio de tudo o que temos para fazer, dar informações uma vez...no máximo duas é aceitável, agora 3 ou 4 vezes... penso que as pessoas têm de falar umas com as outras senão montamos estaminé de informações... Eu compreendo que todos queiram saber e estejam interessados, mas vamos lá olhar para o lado dos profissionais...

Quando finalmente cheguei a casa, já cá estava a minha familia toda, mas de tão cansada que estava ainda adormeci no sofá uns 20min...

Mesmo atrasado espero que quem vem aqui ler estas palavras tenha tido uma Boa Pascoa... e para quem não celebra a Páscoa... um bom fim de semana grande... o frio não ajudou, mas...

PASCOA

 

Tenho de pedir desculpa por andar ausente... ou estou a trabalhar e chego a casa e adormeço no sofá ou então os meus amigos não me deixam sossegada... "para não pensares demais na vida..." dizem eles... são os melhores do mundo... =)

Quanto a quem lê este blog... agradeço os comentário e tentarei ser mais assidua... (tentarei mesmo...!) a escrever e a comentar os post!

 

Música: Coelhinho se eu fosse como tu...


Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Orientando alunos...

Trabalho, trabalho, trabalho... e pronto... um cinemazito aqui e acolá, uns jantares para distrair que os amigos estão lá quando é preciso =)

 

Tenho feito muitas manhãs (o turno mais cansativo) e quando chego a casa quase caio para o lado, uma vez que quase já venho a dormir em andamento!!!

Ontem estive a orientar uma aluna de enfermagem. Eu ainda não oriento alunos até porque há pessoas com mais experiencia do que eu no serviço para isso, mas como calhou ficar na sala onde estavam os doentes da aluna, ela ficou comigo.

Recordei os tempos de estagiária... e ás vezes identificava-mte com ela. As dúvidas existênciais de como mexer numa torneira de três vias, como expurgar um soro sem formar bolhas de ar, as artimanhas para consguir calçar umas luvas e manter a esterilidade das mesmas... coisas que hoje em dia se faz de olhos fechados porque já se fez tanta e tanta vez!!! Esta aluno é do 2º ano, está lá já ha 3 semanas, mas mantém ainda algumas dúvidas. O que para mim hoje em dia é mais do que lógico e mais do fácil fazer, para ela ainda é um poço de confusão e de dúvida. Mesmo assim ainda se desenrasca bemzito. Gosto da comunicação dela com os doentes. Já vi exemplos de alunos ali a estagiar que falam de tal modo para os doentes e outros profissionais que se fosse eu já estava chumbada! Será que ás vezes se é demasiado brando como orientador???

Nunca pensei muito nisso, porque nunca orientei... Sempre pensei na prespectiva de aluna, que poderá ser insegura, que anseia que tudo corra bem, que procura oportunidade de treinar as tecnicas, de aprender a estar e a ser enfermeira. Sim, porque saber puncionar (picar) uma veia para por soro não é tudo!!! Como aluna sempre detestei que os orientadores fossem irónicos, "maus" e que fizessem muitas perguntas. Mas no fundo sabia que eles tinham de ser duro qb para que pudesse sempre incentivar-me a aprender.

De facto, enquanto enfermeiros temos a responsabilidade de formar aqueles que um dia mais tarde cuidarão de nós... se lhes passar a mão pela cabeça e não os fizermos ver o que é certo e errado, porque se faz isto e aquilo e o que é ser enfermeira, quem vai sofrer as consequencias de maus cuidados no futuro somos nós!!! Não é ser má e ralhar, mas é ser assertiva e ser mais educadora que amiga. Sim porque eu fiquei amiga de algumas orientadoras... de outras nem conhecida!

Estagiários de enfermagem que lerem isto... não me julguem persunçosa só porque já não estudo e não preciso de nota para passar e para ser enfermeira, mas pensem que se por vezes alguns enfermeiros são mais exigentes é para o vosso ( e nosso bem). Quem dera que alguns dos meus enfermeiros orientadores tivessem exigido mais... me tivessem desperto para várias outras situações para que pudesse aprender com elas...!

Não pensem que não sei que enquanto alunos temos 1001 coisas além do estagio para nos preocupar (são os trabalhos escritos, as reflexões, reuniões e frequencias...), mas se somos um dos cursos que temos um estagio antes de começar a trabalhar, para vermos (ou termos uma pequena ideia) de como é, temo é de o aproveitar!!!

Por isso, enquanto orientadora por um dia, tentei ser assertiva, para não se deixar levar pela idade e pelos anos de experiencia e para que não se notasse muito que estava tão pouco confortável quanto ela neste papel... Tentei orientar o melhor que pude. Melhor mesmo só as minhas colegas, habituadas a este tipo de papel, que exige grande responsabilidade!!!

 

E hoje fico me por aqui, lembrando-me dos tempos de estudante (em duvida, os melhores tempos da nossa vida...)!

 



Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008

De volta...

Bem... ja la vai um mês sem posts aqui e em recuperação do tombo que a minha vida levou... Lá no serviço até têm sido compreensivos e tenho trabalhado mais do que o habitual para não vir para casa pensar... assim, cansada, chego a casa e adormeço como uma pedra até ao dia seguinte! Tenho descoberto as boas amigas e as pessoas que se importam realmente connosco, e sei que assim, tudo será mais fácil!

Lá pelo serviço, as coisas estão pesadas... doentes muito dependentes e como somos poucos enfermeiros (para variar no panorama nacional) há coisas que acabam, inevitavelmente, por ficar por fazer e palavras de conforto por dizer... por estranho que pareça não têm morrido muitas pessoas... felizmente!!!

O ultimo senhor que faleceu não foi pela doença em si, foi porque quando um familiar o estava a alimentar, ele aspirou a sopa para a traqueia e não conseguimos chegar a tempo de evitar que o sr recuperasse...

E é assim, lá vamos andando no dia a dia de enfermagem, com bons e maus momentos. Sei que tenho partilhado menos, mas vou tentar recuperar o tempo perdido :) 

Beijo e abraço a todos os que têm comentado e me têm apoiado!



Domingo, 6 de Janeiro de 2008

Já não estou habituada...

....a fazer turnos... a levantar-me cedito na manhã e a não dormir de noite... ainda estou a modos que em fase de habituação... se bem que é mais em termos fisicos, porque o serviço basicamente mantém o mesmo metodo de trabalho!

Lá tenho ficado nas senhoras... a senhora que falei no post anterior tem estado mais calma... mas tem recebido poucas visitas. Muitas vezes as visitas que recebe são esperadas com muita ansiedade e quando vão embora a senhora fica estranhamente mais calma... Às vezes pensamos que as visitas possam trazer droga à senhora.. mas é dificil gerir esta situaçao! Não podemos revistar as visitas à entrada, e revistar a senhora quando eles saem também é complicado...! Estas situações são dificeis de gerir... Os médicos estão ansiosos para lhe dar alta... Mas esta situação social...

De resto, tudo mais ou menos na mesma... Tenho estado mais bem disposta e alegre.... e acho que os doentes também notam isso!!! As ferias realmente fizeram-me bem! Estava a precisar de recarregar baterias, esquecer tudo... =)

 

Bem... amanha vou fazer tarde-noite... e depois 2 folgas para descansar e ter tempo para mim ... =) Beijinhos e Abraços

 

Sinto-me: De baterias carregadas...


Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

De regresso ao trabalho....

Já regressei ao trabalho...

Inicialmente custou... ter de levantar cedo novamente... e quando lá cheguei não conhecia quase nenhum doente e os que conhecia já estão bastante melhorados - felizmente! Inicialmente andava um pouco tonta, como se estivesse de integração, parecia que precisava de um empurrão para começar a fazer as coisas... mas lá para o meio da manhã, não havia que enganar!!!

No fundo já tinha saudades daquela azáfama toda, de vermos os doentes a evoluir, de estar lá a conversar com as pessoas e fazer-lhes um pouco da já pouca companhia que lhes posso fazer...

Fiquei nas senhoras. Também já tinha saudades... estive muito tempo na parte dos homens e agora que regressei a chefe resolveu meter-me na parte das mulheres... vamos ver até quando!!!

O pior do turno foi uma senhora que entrou a semana passada, toxicodependente, que já esteve em programa de metadona,mas que agora que se encontra em fase de divorcio, voltou a consumir... A senhora encontra-se realmente agitada, está sempre a ameaçar ir embora porque acha que só porque tem uma penumonia não tem de estar internada. Começa a tremer e parece que a medicação de substituição que lhe damos não estava a ser suficiente e ela começou a ser agressiva, aumentar o tom da voz...  depois lá nos deram indicaçao para dar outra medicação e a senhora acalmou um pouco, mas estava sempre a tremer e a querer ir embora (para consumir). Já a encontraram ontem a fumar na casa de banho ... outro vicio... 

Estas situações, infelizmente cada vez mais comuns, fazem me pensar o quanto pode mudara  vida de uma senhora que trabalhava num balcão de um banco, que começou a consumir nas festas privadas de amigos e que depois de perder os pais e de ter tido um aborto aumentou o consumo... Felizmente estava a ser apoiada pelo marido e entrou em programa de metadona... mas quando perdeu o apoio do marido, e com 1 menina a ser cargo, não conseguiu suportar a situação e entregou-se novamente ao vicio... e deu nisto... uma pessoa cujas visitas dizem que não é como era antes...  é triste, mas é um pequeno retrato de parte da sociedade...

Beijinhos e abraços... vou descansar que amanhã faço 16 horas...*

Sinto-me: de volta ao trabalho...


Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

No pós Natal... pré 2008...

Eu bem quis... mas onde fui passar o Natal nada de net... eu bem queria vir aqui dizer 2 ou 3 palavras e agradecer os votos de feliz Natal... mas não deu mesmo... . Ta visto que tenho de aderir aquelas cenas de net portátil para não sofrer estes disabores...

Seja como for, espero que todos que vêm visitar e comentar este cantinho, tenham tido um Natal muito alegre, com saúde e junto das pessoas que são mais importantes!!!

 

 

recados para orkut

 

O meu Natal... bem... verdade seja dita, foi um dia como outro qualquer!!! Nem sei muito bem que significado dou ao dito "Natal"... pelo menos é uma altura em que as pessoas se esforçam para estar umas com a outras... (ao menos isso...) e juntar as famílias... mas isto faz-me lembrar  o dia dos namorados... quem não tem namorado detesta o dia... e no natal, quem não tem familia só sente é tristeza e será, provavelmente, uma das épocas mais tristes do seu ano... mas pronto... é e será sempre assim... para uns estarem bem outros estarão menos bem!!!

Este ano não passei o Natal a trabalhar, o que significa que para o ano lá estarei eu junto dos que tiverem a infelicidade de estar hospitalizados. Ao contrario do ano passado, soube que este ano o serviço está a rebentar pelas costuras...! O ano passado os médicos tentaram dar dispensa a alguns doentes que estavam mais estáveis, para ir passar, pelo menos, a noite de Natal a casa, e parecendo que não, o serviço estava quase ás moscas, pelo que o nr reduzido de enfermeiros até fazia o que tinha a fazer sem grande azáfama... mas este ano, pelo que me contaram, nem uma vaga havia...

Este ano não sei, mas no ano passado havia um coro a cantar canticos de Natal pelas enfermarias e oferecer postais de Natal aos doentes e profissionais... alguns doentes ficaram encantados com as cantigas... outros desejaram que eles se calassem depressa porque não tinham condições para ouvir cantar... e a maioria ficou com a lagrimita na olho... (como eu...).

 

Este ano felizmente passei com a minha familia, desejando que, para o ano, mesmo que não passe junto a eles, que eles continuem a existir na minha vida, mais que não seja, com a mesma saúde!!! Quanto a prendas... o habitué... chocolates aos magotes, uns pijamitas, algum € e uns "panitos para o enxoval"... A ementa foi á base do habitual também (ou não houvesse a chamada tradição) - bacalhau cozido, com batata, ovo e as couves, com o belo azeite da familia! E no dia de Natal o perú!

 

Suponho passar a passagem de ano num sitio com internet, pelo que os desejos de bom ano ficam para mais tarde!!!

 

FIca aqui um pedido...também uma curiosidade... uma ajuda talvez para um próximo ano... se estivessem internados num Natal (o que desejo que não!!!), o que se poderia fazer para que não custasse tanto a passar... e para que fosse menos triste???

 

Sinto-me: Pós Natal (em dieta :P)
Música: All i want for christams is you....


Terça-feira, 18 de Dezembro de 2007

De férias... finalmente... :)

Férias, férias e férias... :) Finalmente... quer dizer...ja ando a gozar estas férias há uns bons 15 dias, e tenho feito basicamente... NADA... nem tenho vindo ao computador, por isso ando meio desaparecida!Mas está tudo bem Webi, obrigado!!!

 

Agradeço também -  boquiaberta como tudo - o facto de ter ficado em 6º Lugar no na Categoria "Medicina&Saúde" numa votação na http://melhorblogportugues.com/ .

Obrigada para quem votou, a sério mesmo... fiquei de boca aberta tanto tempo que me perguntaram se estava a espera que mostra entrasse...  Bela prendinha de Natal !!!

 

Bem, antes de ir de férias lá deixei o serviço cheio de pessoas até ás costuras... está uma verdadeira loucura, há semanas que não tinhamos uma cama vaga mais do que 8horas... (as 8h do turno da noite em que não entram doentes)... ás vezes até entravam doentes e não havia vaga... e das duas uma, ou aguardavam no corredor (ás vezes umas boas 2 ou 3 horas) até algum doente que tivesse alta saisse, ou então eram transferidos para outro serviço, onde, geralmente, as pessoas não recebem com agrado os doentes da Medicina ("...são muito pesados!!!"). Raramente, mas também acontece, os doentes vão para trás. Sim, é uma falta de respeito pelos doentes, andar com eles para trás e para as frente, mas quando não ha mesmo vagas, o corredor não é mesmo a melhor opção... Se bem que as urgência de um hospital também é o que se sabe... enfim...este sistema vai de vento em popa... .

 

Vim embora, fechei a porta do serviço, pus as fardas a lavar e meti na cabeça não pensar mais naquilo até 2008... Mas não... quando falo com as minhas colegas/amigas vem sempre uma ou outra pergunta tipo : "Então o Sr X está melhor? Ja conseguiram fazer levante? E a Sra A, ja teve alta? Conseguiram arranjar lar para o Sr H...?" E lá vem a resposta de sempre "Fogo, tu nem de férias esqueces isto!!!". E é verdade...  Há lá pessoas e situações que marcam... que venho para casa e a porta do hospital não se fecha completamente...!!! Provavelmente quando voltar já nao encontro lá ninguem "conhecido", a nao ser que seja um reinternamento...

 

Quanto ao à tao falada época de Natal, este ano tive a sorte de estar de férias... e não andei cá metida em confusões de quem faz o quê!!! Felizmente, e ao contrario de muitos testemunho que tenho lido por aqui, no meu serviço a divisao de quem trabalha quando até é pacifica, e vai pela regra "quem trabalhou no Natal um ano, no ano a seguir pode não trabalhar"... mas todos têm de ceder!!!

Nesse aspecto, e não só, a minha equipa até me deixa orgulhosa :) há sempre "promenores...", mas regra geral trabalhamos o melhor possível, e damos o possivel e impossivel para que as coisas se façam, o melhor possível!

 

Bem, agora que parei um bocadinho nestas andanças de férias, vou ser mais assidua no blog e nos comentarios... :) Beijinhos e abraços!

 

  

 

Sinto-me: De férias de Natal...
Música: Jorge Palma - Encosta-te a mim


Quinta-feira, 15 de Novembro de 2007

Fazer pelos outros...

Não detestam quando estão no vosso local de trabalho e além de fazerem o vosso trabalho têm de fazer o dos outros?!
Pois... seria bem mais simples se tivesse outro emprego e "cada um se desenrascasse... não faz azar o dele"! A verdade é que ali não se pode propriamente pensar assim... ou pelo menos eu não consigo!!!
Por muito que não queira trabalhar por mim e pelos outros, o mais importante são as pessoas doentes ali internadas... Um sr entubado que é necessário dar a comida (batido) pela sonda... a minha colega não estava para aí virada, queria era despachar os registos para ir para o seu duplo... eu podia pensar "Olha, o doente não é meu, se ela não se quer dar ao trabalho também não dou, também quero ir para casa!", mas, eu não sei quanto a ela, mas eu fico com um peso na consciencia...!!!
E lá me levanto eu a dar o batido ao Sr...! Ainda por cima diabético, convém ser alimentado, senão faz hipoglicémia, entra em coma... blá blá...!
Uma coisa é a entre ajuda outra é nitidamente fazer pelos outros!!! Coitados dos doentes que calham nas mãos de alguns médicos e enfermeiras... é um facto, há que admitir isto!!! Há sempre risco do erro, mas quanto à incompetencia, não existe risco, existe uma certeza!!

Ainda na terça feira fiz manhã e ás 16h a médica decidiu transferir uma senhora para outro hospital de especialidade... a doente não era minha, não a conhecia minimamente, mas a minha colega começou logo com desculpas que não podia levar a senhora porque tinha que fazer (não disse o quê... mas enfim) e quem é que levou a senhora? Dá para ver não é...Mas pronto... respiro fundo e tudo se vai fazendo...!
Bem, não tarda estou de férias... já estou mesmo a precisar!

Alguém me sabe dizer como posso colocar videos nos posts? Eu tento ir buscar os links do youtube, mas fica mesmo só o link e não o video...:( Azelha..!

Sinto-me: um tanto indignada...


Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


tags

todas as tags

Links

blogs SAPO

subscrever feeds